Google+ Badge

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Nudez


Quem fez
que acreditássemos
na própria
pele

Sabendo 
que a leveza
do suor
escorre
ao redor

das formas perenes
que se esvaiem
no tempo

Haaaa
sensação de prazer
ao ver
a bela
sem medo da
fera

que auxilia ao tempo
a recordação do passado

Estava
assim um dia
alegre e feliz

Depois
feneceu
e morreu

Amanheceu nua
em seu esquife dourado
Ao lado uma rosa

Em cima
o caminho
que fez para trazer
a nudez
para a paz
do mundo

que aflora
imenso
do descaso

da tristeza
de um ser que já se
foi



Amou
beijou

Saciou-se
de prazer

Viveu sua vida

e seguida
 a partida

ao amanhecer