Google+ Badge

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

INCONSCIENTE UNIVERSAL-DEUS




Será o humano, mediador do inconsciente pelo consciente, chegando por insights (estar dentro de si mesmo) a o que chamo de “meaning states of mind”?

meaning states of mind

Definição aproximada: um estado de significância, de sentido para a totalidade da vida, que ocorre da mesma forma e paralelamente ao insight. No budismo japonês (Zen) é chamado de Satori, para Freud e outros há outros nomes.

A possibilidade de constância em um meaning state of mind, durante um longo momento da vida, é o que chamamos de ser iluminado.

Também é significativo o sentido da palavra, iluminado, pois a luz é o estado oscilante entre onda e matéria, e esta oscilação é o que provoca (move, emociona) o universo visível.

Existe a necessidade de uma margem (fronteira-boundarie) que pode ser permeável como a membrana de uma célula nas trocas com o meio para que o ser-aí, o existente, o eu-ego, não se dissolva

Um mínimo de eu ( mínimo eu) necessita existir para a transmissão (como na acústica o ar)
da informação, mediada pela palavra: diálogo

29/06/2011

Caráter



Estou esperando
a fonte derramar

Aguardo o fio d'água

O peixe está dentro
e olha para o céu

Do blog Mirabilia de Laura Botelho



terça-feira, 12 de outubro de 2010
Conexão coração - cérebro


O coração foi definido pela ciência antiga como uma bomba cuja função é a de distribuir sangue a todas as áreas do organismo vivo. Mas para quase todas as culturas antigas no planeta, esse mesmo coração tem um papel mais importante do que simplesmente bombear sangue, ele é a fonte de sabedoria inconsciente para todas as experiências de nossa vida.

Pesquisa recentes do Instituto de HeartMath mostra que um dos mais poderosos fatores que afetam a mudança do ritmo do coração são os nossos sentimentos, emoções e as percepções sobre essas emoções.

Aprendemos na escola que o coração recebe constantemente sinais neurais enviados pelo cérebro. Mas hoje cientistas atestam que o coração envia mais sinais para o cérebro do que o cérebro envia ao coração!

Além disso, esses sinais cardíacos têm um efeito significativo sobre a função do cérebro, que influenciam no processamento emocional, bem como as faculdades cognitivas superiores, tais como atenção, memória e resolução de problemas.

Em outras palavras, não só o coração responde para o cérebro, mas o cérebro responde de forma contínua para o coração.

Durante o estresse e emoções negativas o padrão do ritmo cardíaco é irregular e desordenado, um padrão correspondente de sinais neurais que viajam do coração para o cérebro inibe funções cognitivas mais elevadas.

Isso ajuda a explicar por que muitas vezes agimos de forma impulsiva e imprudente quando estamos sob stress.

Em contrapartida, se estivermos equilibrados e estáveis em estados emocionais positivos o efeito é contrário, facilitando a função cognitiva, reforçando os sentimentos já positivos e uma estabilidade emocional.

Isso significa que o aprendizado para gerar a coerência do ritmo cardíaco acelerado, sustentando as emoções positivas, não só beneficia o corpo inteiro, mas também afeta profundamente o modo como percebemos, pensamos, sentimos e executamos nossas ações.

Nosso coração sabe o que diz

Como discernimento espiritual, pensamento e emoção, o nosso coração é muito mais que uma ferramenta metafórica em textos de poetas. A ciência moderna está ampliando a cada dia o papel importante que esse órgão desempenha nas nossas vidas em especial a Neurocardiologia.

A Neurocardiologia descobriu que o coração possui seu próprio e intrínseco sistema nervoso em uma rede de nervos tão sofisticado quanto funcionalmente para ganhar a descrição de um "cérebro e coração."

Contendo mais de 40.000 neurônios, "essa mente em menor escala” dá ao coração a capacidade de processar informação de forma independente do cérebro, tendo senso, tomando decisões, e até mesmo demonstrando um tipo de aprendizado e memória.

O coração é um sistema inteligente.

Ele também atua como uma glândula hormonal que fabrica e secreta hormônios e numerosos neurotransmissores que afetam profundamente o funcionamento do cérebro e do corpo.

Entre esses hormônios destaca-se a ocitocina, velho conhecido do "amor" ou mais popularmente como "hormônio da união."
O coração é um componente chave no sistema emocional, não só respondendo a imediata emoção (quando ele dispara), determinando a qualidade da nossa experiência emocional de momento a momento. Isso se dá na percepção do impacto e função cognitiva em virtude da rede de comunicação com o cérebro - se ele dispara por medo ou por alegria.

Estudos eletrofisiológicos realizados no Instituto de HeartMath indicaram que o coração parece desempenhar um papel fundamental na intuição.

Teste com várias pessoas mostraram que no toque, na proximidade de corpos há uma transferência da energia eletromagnética produzida pelo coração. Essa transferência de sinal parece depender da distância entre os indivíduos.

O efeito foi evidente quando as pessoas se tocavam ou foram postas a 18 centímetros de distância. Quando os voluntários foram separados por uma distância de 4 metros o processo de sinais era interrompido. Interessante no estudo foi que no uso de luvas de isolamento não houve transferência de energia, assegurando a importância do contato pele a pele.

O campo eletromagnético do coração diminui em coerência elétrica quando um indivíduo se torna frustrado ou com raiva. Estados emocionais positivos como sincero amor, cuidado e gratidão aumentam o campo eletromagnético sensivelmente.

Foi observado em estudos que pacientes hospitalizados com problemas cardiovasculares que não foram tocados atenciosamente, com um toque “Terapêutico”, apenas mecânico, apresentaram um decréscimo maior na qualidade do pós tratamento.

Já os pacientes que receberam atenção, uma intervenção acentuada dos enfermeiros na ajuda para confortá-lo, tiveram um aumento sensível na recuperação no pós tratamento.

Nossas emoções têm a capacidade de afetar pessoas de nossa proximidade.

Se o campo eletromagnético gerado pelo nosso coração, na verdade, tem a capacidade de afetar significativamente os que nos rodeiam, as implicações disto seriam claras nas interações terapeuta-paciente.




Observe que para essa troca de energia, não só a força da intenção de ajudar ao retorno do equilíbrio vibratório (cura) do paciente irá contar, mas que principalmente haja uma relação mútua entre o profissional e doente.

A troca de energia cardíaca descrita aqui pode ser influenciada não só pelo grau de coerência do sinal transmitido (o que, por sua vez, pode depender do estado emocional da fonte e intenção), mas também pelo grau de receptividade do receptor ao sinal.

O impacto desses estudos constata o que nós já sabíamos intuitivamente, mas não podíamos provar. As alterações no campo cardíaco impactado por diferentes emoções são registradas fisiologicamente. Uma percepção de destaque por aqueles que nos rodeiam, o que vem comprovar ao longo da experiência humana, o quanto nosso coração sofre quando não damos a devida atenção a sua intuição.

O toque facilita o intercâmbio de energia cardíaca entre indivíduos. Isto dá um novo conceito no contato como o primeiro meio fundamental de comunicação e facilitador nas interações humanas.

Quando temos sentimentos de agradecimento, alegria, atenção e amor, nosso padrão de ritmo cardíaco torna-se altamente ordenado, sincronizado, trocando energia harmoniosa, como uma suave onda que envolve todo o sistema orgânico dando maior eficiência na execução do trabalho de homeostase – o nome que cientistas dão a isso = coerência padrão de ritmo cardíaco.



Coerência não é relaxamento

Um ponto importante é que o estado de coerência é tanto psicologicamente quanto fisiologicamente distinto do estado alcançado através de mais técnicas de relaxamento.

Coerência é associada a um aumento relativo da atividade parassimpática, um aumento da harmonia e sincronia no sistema nervoso e a dinâmica - coração - cérebro

Relaxamento é um estado de baixa energia, no qual o indivíduo descansa o corpo e a mente, normalmente desapegando-se de processos cognitivos e emocionais. Em contraste, a coerência geralmente envolve a participação ativa de emoções positivas.

O Papel da Respiração

Outra distinção importante envolve a compreensão do papel da respiração na geração de coerência porque padrões respiratórios modulam o ritmo cardíaco, é possível gerar um ritmo cardíaco coerente simplesmente por respirar lenta e regularmente a um ritmo de 10 segundos (5 segundos na inspiração e 5 segundos na expiração).

Respiração ritmada desta forma pode, portanto, ser uma intervenção útil para iniciar uma mudança de estado emocional de estresse e para uma maior coerência.

Uma série de estudos recentes, em todos os campos do conhecimento humano, nos forçará a rever e alterar a história e ciência. Estar aberto a essas mudanças dará a você um melhor entendimento de como funciona sua mente e conseqüentemente seu organismo.

Perceba como andam seus pensamentos. Aquiete seu coração. Dê a ele mais alegrias apenas vibrando de maneira coerente com o que você diz, faz e pensa.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Do it






Do it


As much as


you can


quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

MATRIX








É bom que a gente tenha se encontrado

O que acontece é que tenho dois discursos distintos em meu ser,
e uma forma de contextualizá-los.

O fazer para mim também requer
o estar inserido a um meio normal,
casa, filhos, comunidade religiosa , trabalho.




Neste movimento físico eu me movimento
em uma situação evolutiva e dinâmica,
que minha mente propôe-se a refletir e conceituar.

que capta e classifica situações.

Este não é o eu que é eu.

O eu que é eu não está no espaço e tempo,
trabalha em outra dimensão,
que de tempos em tempos,
como acontece agora com você,
tem necessidade de traduzir o sentimento ou visão interior.

A visão interior, o mundo interior
é muito difícil de se traduzir.

Se falássemos em termos quânticos,
é e não é, ao mesmo tempo.

Jesus para mim é e não é.

Ele ou o Cósmico,
para mim,
age
para designar o todo relacional.

Não é para mim uma idealização ou alucinação,
é uma forma que o Cosmos/Deus
encontrou em minha vida para traduzir-se
na relação

O ponto todo do "aceitar a Jesus" para mim
é traduzir o Cosmos em um ser,
e dialogar com ele.


Poderíamos falar em mestres ascensionais
ou outras canalizações.

Poderia dizer que "uso" o termo Jesus.

O que é mais fantástico
é descobrir o Jesus histórico ,
suas implicações e desdobramentos na história humana
até os dias de hoje
e relacionar esta vida histórica



a uma identidade única e fantástica para sua época.
Um ser relacional

Isto me faz, "canalizar",
sintonizar,
ter Jesus
como mediador do meu discurso.

Você não precisa "ter fé" em Jesus.
você tem fé,
e isto basta.

Eu tenho fé,
e me dirijo ao Cosmos
relacionalmente
na pessoa de Jesus.

"Um amigo invisível" como acontece com crianças?

Talvez.

Mas me sinto bem ao saber ,
para mim,


ao crer para mim,
que o Cosmos se torna personalidade,
e se relaciona,
é relacional.

É fácil ter Jesus
nesta forma de representação do Cosmo

quando se conhece
que Deus é relacional,
que o Espírito Santo
é a representação
do diálogo Pai-filho


Somo dois indivíduos que não se conhecem,
a 2 mil anos atrás,

perseguidos,
que para saberem se um e outro

eram seguidores confiáveis,
sem serem mortos,
faziam um sinal no chão.

Estamos montando este sinal no chão,
quer você "aceite Cristo" ou não.


A vida na ética cristã é o que você praticou,
Isto é o que importa.

Se você se sente aceita e acolhido pelo Universo
pode dar a ele o nome de Jesus.
Só isto.
Então Universo é relacional.

O sentido da vida não é uma frase
ou um slogan que aparece.
O sentido da vida
é sua resposta
ao que a vida pede a você.

Você encontrou o sentido de sua vida,
pois respondeu ao que a vida pediu a você,
e respondeu com toda a sua alma,
todo o seu coração.

E a vida te agradece desta forma,
como encontrar a mim num ser relacional,
um eu tangível,
longe de conversas vãs.

A vida me agradece
em contato

com você.
























Eu tenho tempo



Muitas vezes acontece comigo.
Por muito tempo busquei e pesquisei.
Acreditava que iria encontrar a resposta
e não sabia o que me levava a perguntar.

Encontrei muitas coisas interessantes também,
mas percebi que as pessoas que 'explicavam" tudo
de alguma forma tinham vivido uma experiência pessoal
e eu estava apenas recebendo de segunda mão.

Eu não desisti de ler, assistir ou ouvir,
mas tudo se tornou de uma forma "mais do mesmo".

Agora, nesta época em que vivo,
posso dizer que tenho uma experiência pessoal com alguma coisa,
que eu chamo de Deus.

Ele não responde perguntas como num livro,
mas me coloca, ou eu me coloco, em um estado
que permite ver o dia passar,
repetindo-se a cada dia,
e não ter muitas perguntas sem resposta.

As perguntas vão se afunilando
eu percebo que minha mente
fica mais alerta para uma pergunta em especial:

porque vivo.

Estar alerta para a pergunta existencial
é parte da resposta.

Vejo passar na minha mente
infindáveis memórias,
que não me arrastam mais para o poço.

Sinto que não há resposta objetiva,
não mais do que o meu avô deu para sua vida:

"A gente nasce, vive e morre.
No meio tempo trabalha, casa
e tem filhos"

Não aceitava esta resposta quando ele me deu.
Mas aos poucos aparece uma sabedoria profunda.
Ele descobriu este sentido aos 9 anos de idade,
depois foi viver a vida.

Quando olhamos parece simplista.
não pode ser aquilo que procuramos.
Mas a sabedoria parece que é esta atitude simples,
esta aceitação de uma vida
que serve
para experimentarmos.

Parece mais do mesmo
Mas não é.

Adquire um outro sabor
se você aceitar algo de tudo que viveu.

Lembre-se de que cada gota,
cada pensamento,
cada ação
contém o todo.

Toda a ação pelo outro
já salvou uma vida

e quando você salva uma vida
salva a humanidade

Talvez você tenha
que abandonar o telescópio por um tempo
para usar o microscópio.

Ver o todo no mínimo,

depois o quebra cabeça
vai tomando sentido
de novo.

É só uma sugestão.

À Mi, com carinho





Deus seja louvado.

Ele abre caminhos,
trás portas e janelas

Trabalha ao teu lado
Lhe dá apoio
sustento
dignidade

Te recebe entre os seus

E coloca um diadema
em tua fronte

Bela princesa,
começa teu castelo

Você se preparou
trinta anos para isto

Tudo foi um aprendizado
para este momento

Percebe como a teia
de ligações,

Se reestabelece?

Percebe como a urgência de uma resposta
Trouxe a ugência de Deus
Em te acomodar
em um lugar que é teu?

Abençoada Maria

És abençoada entre as mulheres

Cuida dos pequeninos
como uma filha amada

Trás alívio ao coração do próximo
e ao teu também

Amém