Google+ Badge

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Anne

NASA


Antiga Benção Celta




Que o caminho venha ao teu encontro.



Que o vento sempre sopre às tuas costas e a chuva caia suave sobre teus campos.



E até que voltemos a nos encontrar, que Deus te sustente suavemente na palma de sua mão.



Que vivas todo o tempo que quiseres e que sempre possas viver plenamente.



Lembra sempre de esquecer as coisas que te entristeceram,

porém nunca esqueças de lembrar aquelas que te alegraram.



Lembra sempre de esquecer os amigos que se revelaram falsos, porém nunca esqueças de lembrar aqueles que permaneceram fiéis



Lembra sempre de esquecer os problemas que já passaram,

porém nunca esqueças de lembrar as bênçãos de cada dia.



Que o dia mais triste de teu futuro não seja pior que o dia mais feliz de teu passado.



Que o teto nunca caia sobre ti e que os amigos reunidos debaixo dele nunca partam.



Que sempre tenhas palavras cálidas em um anoitecer frio,

uma lua cheia em uma noite escura, e que o caminho sempre se abra à tua porta



Que vivas cem anos, com um ano extra para arrepender-te.



Que o Senhor te guarde em sua mão, e não aperte muito seus dedos.



Que teus vizinhos te respeitem, os problemas te abandonem,

os anjos te protejam, e o céu te acolha.

E que a sorte das colinas Celtas te abrace.



Que as bênçãos de São Patrício te contemplem.



Que teus bolsos estejam pesados e teu coração leve.



Que a boa sorte te persiga, e a cada dia e cada noite tenhas muros contra o vento, um teto para a chuva, bebidas junto ao fogo, risadas que consolem aqueles a quem amas,

e que teu coração se preencha com tudo o que desejas.



Que Deus esteja contigo e te abençoe, que vejas os filhos de teus filhos, que o infortúnio te seja breve e te deixe rico de bênçãos.



Que não conheças nada além da felicidade, deste dia em diante.



Que Deus te conceda muitos anos de vida; com certeza Ele sabe que a terra não tem anjos suficientes…suficientes…

...e assim seja a cada ano, para sempre!



Autoria desconhecida























sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

May way

site obvious



     A way in the space
I know the face

Obvious line
in the sky

So much thing
to tell us
about why


Why the clouds are white
why the sky is blue

Is the mind true?

Because
there is a cause
offering an answer
for the moods
of life



There are minds
and tries

To understand
the sky


So the things
shine



Trying to keep the face

an ideal life


Together of course
because of winds
in the sail

and clouds over
the sea

See

See myself

wondering
about help

See God

answering
things
mean


See my face

Smiling
without trace

of a old story

a man with no glory
that helped a town

like a clown

And nobody look
at his face

To see the meaning
of disgrace

No glory
no
at all

forever a clown

smiling to people
saving their souls

Keep waiting
for the good


Oh my Lord

so what Do we
afford?

Hell or Heaven?



Wake up
little child

nevermind

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Adeus




Solitário
no meu quarto

Oro a Deus
pelo parto

Perto enfim
para o além

Sem medo
de morrer
bem

Sei que estou

Vendo todos
que estão sós

Todos nós

Nós