Google+ Badge

quarta-feira, 10 de agosto de 2011








Eu caminho em minhas verdades.

Que sei de minhas verdades?

Algo que me encanta e reconheço
a algo que é a mim mesmo.

Mas como sei que o encanto não passa de um vago engano?

Como sei ter certeza, se a certeza flui como uma seta
atingindo um vago infinito?

Sem lógica ou categoria

Certo diria eu,
para o que é certo

Mas para mim

Nada é certo,
e não acerto

Estou porém afirmando
algo que não posso afirmar

Infinito pensamento desvairado

incerto

Bem perto